Skip to main content
  1. Blog/

Remorto

2 mins· loading ·
cronicas pandemia

Daqui de dentro eu vejo tudo o que vocês ouvem. Não tem nenhum filtro, é open source. Navego pelos códigos mal escritos das tuas costas até chegar no centro do problema. É o que você acha que vê, mas não enxergou. O que é e você não sabe ainda e também tudo o que você acha que entendeu.

Se fosse fácil de explicar não precisaríamos de tantos frameworks e tampouco usar palavras em inglês. Às vezes, confesso, faço isso apenas para não falar a real. Não dizer a qual é de mesma. Se fosse estranho, não seria permitido. Ser feliz tem dessas coisas. A gente acha que sabe o que é, mas só quando acontece faz sentido.

Desperto alegre apenas para chorar as novidades. A assistente virtual fala com aquela sua voz monótona e sem emoção tudo o que eu preciso, mas no fundo no fundo preferia não saber. Só quando o dia já se despediu da noite, quando o chuveiro cospe aquela água gelada nos meus ombros é que descubro a verdade. O erro que estava escondido desde a última atualização. Num loop infinito eu coloco um atalho, um escape. É errado, é feio, mas pior é ficar preso no mesmo ciclo sem fim.

O dia seguinte vai começar melhor, vai ser diferente. Isso é um desejo, não é a realidade. Todo o tempo que finjo que me engano é o que chamo de descanso. A mente recarrega, mas o corpo não. Quando um novo dia surge, lá está o meu calabouço: Uma cadeira, um teclado, duas telas e uma garrafa de água (quente). Digito meus segredos e tudo se abre:

Um novo dia, os mesmos erros, os mesmos problemas, as mesmas reuniões.


📆 Originalmente escrito no dia 21 de Março de 2021.

📷 Foto de Kevin Ku no Pexels

Related

Liberando espaço na memória
2 mins· loading
cronicas pandemia
Lembraças malditas em abas que se acumulam.
Escrever todos os dias
2 mins· loading
cronicas pandemia
Era uma vez uma pessoa que não conseguia escrever um novo texto.
Um dia eu termino, hoje não
2 mins· loading
cronicas pandemia
Meus contos inacabados nunca darão um livro.
Revisões Mentais
2 mins· loading
cronicas pandemia
Sobre braços curtos e botões que mudam de lugar.
Espero que você esteja bem
2 mins· loading
cronicas
Uma despedida em forma de carta.
Quando Ninguém está Olhando
2 mins· loading
cronicas
Quando ninguém está olhando é mais fácil colocar as palavras lado a lado.